Biolabore apoia e promove ações da ciência da homeopatia

O movimento NOVEMBRO VERDE - TRATE-SE COM HOMEOPATIA é uma iniciativa com o objetivo de valorizar e divulgar a Homeopatia com o propósito de apresentá-la e esclarecer os seus benefícios para a sociedade, bem como fortalecê-la.
Criado em 2014 na Bahia pelas Dra. Andréa Padre (Cirurgiã dentista) e Dra. Dione Soares da Cunha (Farmacêutica) visava promover e divulgar a ciência homeopática, que fez referencia aos moldes das famosas campanhas: Outubro Rosa, contra o câncer de mama, e Novembro Azul, contra o câncer de próstata, campanhas que atualmente tem repercussão mundial e incentivam a prevenção destas doenças.
Atualmente, profissionais homeopatas das diversas áreas: Medicina, Odontologia, Farmácia, Medicina Veterinária e Agronomia, aderiram à campanha, e o NOVEMBRO VERDE passou a ser uma campanha nacional. Muitas associações e entidades da área realizaram palestras, encontros, caminhadas e outros para celebrar a campanha, com apoio da imprensa de diversas cidades.
A Biolabore, possui no seu quadro de cooperados vários profissionais homeopatas com experiência no tratamento com homeopatia tanto na produção animal quanto na vegetal, solo, água e áreas afins. Na região Oeste do Paraná, os agricultores com sistemas de produção tanto de soja, milho, olerículas, frutas, bovinocultura de leite, suínos, aves e peixes são os que mais tem demandado e utilizado a homeopatia nos tratamentos dos rebanhos e cultivos.
Procure um profissional especializado em homeopatia na Biolabore, para atender sua necessidade, tanto na orientação, recomendação, acompanhamento, consultoria e treinamento em homeopatia.

Acesse: https://www.instagram.com/p/ClCjnARuuvP/

Diretores da Biolabore participam de intercâmbio técnico sobre Sistema de Plantio Direto de Hortaliças - SPDH na região metropolitana de Curitiba

O evento foi promovido pelo IDR-PR com apoio da FETAEP-PR, nos dias  08 e 09/11 no município de São José dos Pinhas, região metroplitana de Curitiba.
O encontro técnico teve participação, além das entidades organizadoras e apoiadoras, representantes parceiros, pesquisadores, técnicos e agricultores envolvidos no projeto de SPDH.
Os principais objetivos foram a troca de conhecimentos, saberes, motivação, fortalecimento e traçar estratégias entre pesquisadores, técnicos e agricultores para consolidação do SPDH no Estado.
O SPDH é um sistema de plantio direto em hortaliças que visa o não ou mínimo revolvimento do solo, plantio sobre plantas de cobertura ainda verde. Este, adota práticas e técnicas integradas de agricultura Regenerativa, Sustentável, e Agroecológica de produção.
Representaram a Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (BIOLABORE), os diretores Everton Ulkoski e Juliano Casagrande.

ACESSE: https://www.instagram.com/p/CkyDw8CO9A_/

Diretores da Biolabore participam de intercâmbio técnico sobre Sistema de Plantio Direto d

Assinatura Termo de Fomento do Programa COOPERA/PR

No dia 26/09/2022 a presidente da Associação Municipal dos Pequenos Agricultores de Santa Helena – AMPAS, Wendy Back, assinou o termo de fomento juntamente ao Chefe da regional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado do Paraná (SEAB), Paulo Salesse, no valor de aproximadamente 236 mil reais referentes ao Programa COOPERA/PR.
Este programa custeia a fundo perdido a compra de implementos e equipamentos para melhoria das associações de produtores, visando fortalecer as organizações, melhorando a competitividade e a renda dos agricultores familiares. No caso do município de Santa Helena, através da AMPAS, serão diretamente beneficiadas 19 famílias associadas, e mais algumas de forma indireta.
Micro-trator, encanteirador, triturador de galhos, caixa d’água, balança, computador e impressora são alguns dos itens requeridos no projeto. Estes itens irão mecanizar a produção realizadas nas propriedades, facilitando a produção e organização da associação para vendas nos programas institucionais, como PNAE e PAA, por exemplo.
A AMPAS conseguiu acessar este programa através da assistência técnica prestada pela Biolabore. Em um primeiro momento, através da técnica Maria Fabiana de Brito, responsável pela elaboração do projeto que foi aprovado ainda em 2021. No ano de 2022, a técnica Caroline Maria Maffini assumiu o projeto, e seguiu prestando assistência à associação até o presente momento.
A AMPAS também contou com o apoio do IDR/PR, no qual os representantes também se fizeram presentes no ato da assinatura do termo.
Também estavam presentes associados como o produtor Alceu Gatelli e a produtora Debora Guerino Boico. 

ACESSE: https://www.instagram.com/p/CjAwm5nOm2R/